Sermons

Summary: O arrependimento e o direto contato que podemos ter com Deus.

  Study Tools
  Study Tools

VOCÊ PODE CONFESSAR SEU PECADO

Por natureza o ser humano tem dificuldade de enfrentar seus erros. Ninguém gosta de se sentir culpado.

Certamente você também notou que ao serem entrevistados os suspeitos, quase que todos eles afirmam inocência, dizendo não sei de nada, eu só estava passando por aqui, eles me prenderam por engano, ou coisa assim.

O problema do ser humano é sempre o mesmo. Ninguém gosta de ser flagrado. Ninguém gosta de ser culpado. E para isso usa todos os meios possíveis para escapar. Você notou que a palavra pecado está sendo riscada do nosso vocabulário? Não seria porque a humanidade está desconhecendo ou rejeitando a lei moral dos Dez Mandamentos?

Um outro grande problema é o materialismo. Estamos também tão preocupados com a nossa sobrevivência, com os problemas do dia a dia, na escola, no trabalho, e mesmo em casa, ter que por alimento sobre a mesa cada dia. A dispensa e a geladeira estão vazias, e tantas outras coisas que não temos tempo para pensar em temas realmente relevantes.

E ao mesmo tempo somos invadidos por um vazio esquisito e não temos a paz que gostaríamos. A essa altura costumam entrar hábitos e vícios que procuram abafar até a voz da própria consciência.

Por isso as pessoas afirmam que são boas e corretas, e dizem: eu, se não puder fazer o bem, o mal eu não faço. Não “percebem” nada de errado em suas vidas, mas com facilidade enxergam defeitos nos outros. Uma dessas pessoas conversando com um cristão disse: Eu não sinto nenhum peso do pecado como vocês dizem. Eu sei porque disse o religioso: Quando você carrega um balde de água você sente o peso da água, certo? Mas quando mergulha em uma piscina não sente o peso, porque está no meio da água. Quem vive mergulhado no pecado já não sente mais.

O declínio dos padrões morais e a pressão da cultura através dos meios de comunicação exercem uma lavagem cerebral capaz de cegar e anular de certo modo até as convicções pessoais, e tudo é visto como natural, dispensando qualquer tipo de revisão do comportamento ou reflexão sobre os valores éticos.

Seria muito próprio saber o que Deus pensa! Depois de lermos as Escrituras Sagradas percebemos os padrões que Deus espera de nós: “Lavai-vos, purificai-vos, tirai a maldade de vossos atos de diante dos meus olhos; cessai de fazer mal.

Aprendei a fazer bem; procurai o que é justo; ajudai o oprimido; fazei justiça ao órfão; tratai da causa das viúvas. Vinde então, e argüi-me, diz o Senhor: ainda que os vossos pecados sejam como a escarlata, eles se tornarão brancos como a neve; ainda que sejam vermelhos como o carmesim, se tornarão como a branca lã.” Isa.1:16-18.

O grande apostolo São Paulo em sua terceira viagem missionária, chegou a cidade de Éfeso. As ruínas demonstram que Éfeso era uma importante cidade dos tempos antigos. Quando Paulo a visitou ela era uma cidade relativamente nova. O imperador a tinha reconstruído há 25 anos. A rua principal tinha um quilometro pavimentado com mármore puro, destacando as suntuosas lojas que refulgiam à luz do sol. A noite era iluminada, coisa incomum naqueles dias.

O teatro principal acomodava 24.000 pessoas e tinha um palco giratório. Essa cidade era famosa pelo grande templo de Diana, quatro vezes maior que o templo de Atenas. Merecia a justa fama de ser uma das sete maravilhas do mundo antigo. Mas Éfeso, com toda a sua importância, modernidade e sofisticação não poderia mascarar a decadência moral.

Hoje, os turistas podem ainda ver as ruínas dos edifícios, onde as prostitutas da época tentavam impor as suas negociações. A Bíblia Sagrada afirma que quando Cristo estava sendo apresentado, as pessoas iam se convencendo: “E muitos dos que tinham crido vinham, confessando e publicando os seus feitos. Também muitos dos que seguiam artes mágicas trouxeram os seus livros, e os queimaram na presença de todos.” Atos 19:18,19.

A Bíblia nos garante a seguinte promessa: “Assim como está longe o Oriente do Ocidente, assim afasta de nós as nossas transgressões.” Salmo 103:12.

É verdade! Deus as afastará, e você não precisará ter mais qualquer sentimento de culpa.

Que oportunidade esplendida para você e para mim hoje! Não tente entender como Deus perdoa os seus pecados. Não importa o que você tenha feito, Ele perdoará você, e lhe dará uma grande benção, descrita nos Salmos - “Bem-aventurado aquele cuja transgressão é perdoada, e cujo pecado é coberto.” Salmo 32:1

Um estudante de Teologia foi convidado a fazer um sermão em uma Igreja onde havia uma senhora de quem se dizia que Deus a amava muito e lhe contava tudo o que ela perguntava para Ele.

O jovem pregador duvidou da capacidade dessa senhora, mas fez o seguinte teste: Perguntou, é verdade que Deus conta para a senhora tudo o que deseja saber? Ela respondeu: é verdade pastor. Deus me conta tudo o que peço a Ele. Muito bem, disse o rapaz. Agora quero que a senhora pergunte a Deus, qual o pecado que eu cometi quando comecei a fazer o curso teológico. Eu já me arrependi do que fiz, mas desejo que a senhora pergunte a Deus qual era o pecado. Assim vou acreditar na senhora.

Download Sermon With PRO View On One Page With PRO
Browse All Media

Related Media


Removing The Dirt
SermonCentral
PowerPoint Template
Forgiveness
SermonCentral
PowerPoint Template
God Says Be Mine
Beamer Films
Video Illustration
Talk about it...

Nobody has commented yet. Be the first!

Join the discussion